sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Fato, agradecimento

Relembrando certos momentos e tardiamente agradecendo reconhecimento de minhas palavras e textos em madrugadas inspiradoras pelo renomado jornalista e escritor Nelson Capucho, são momentos de inspiração, lembranças, mente fluindo em versos e prosas.
Obrigado amigo pelo reconhecimento de poucas e parcas palavras que só a madrugada faz, inspirações, alma.
Inspirações transmitidas ao DNA do meu filho Guilherme Grandi, jornalista formado, BandNews FM Curitiba.
De um cada vem um pouco, um traço, um pedaço, um rastilho de pólvora a explodir, ser...

Palavras

De tudo falta pouco,
De um tanto foi nada.
O certo se foi,
A certeza ficou em dúvida,
A palavra se calou...

Letras viraram verbos,
Verbos ditados,
Ditados ordem,
Ordem vida.
Verbalizamos desde criança,
E desde criança somos formados por verbos.
Eu, tú ele na solidão,
Começo que a professoras de cara nos ensinava.
Depois nós, vós e eles,
A solidão se tornou coletiva.
Mas vieram outros verbos,
Pretéritos perfeitos e imperfeitos
tornando imperfeita nossa perfeita infância,
Inocência...
Somos regidos por verbos,
Leis,
Por muitas vezes
Contra nossa própria existência...
Vivemos sobrevivendo.
Eu, tú, ele, nós...
Quem somos nós entre tantos nós ?

Template - Dicas para Blogs