quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Na síndrome de cisne, beleza pode se tornar um tormento

  • Síndrome de cisne: belos preferem ser patinho feio desconhecido a cisne glorioso e foco das atenções Síndrome de cisne: belos preferem ser patinho feio desconhecido a cisne glorioso e foco das atenções
No livro “Mulheres que Correm com os Lobos”, Clarissa Estés fala sobre uma síndrome muito conhecida por todos nós: a do “patinho feio”. Quem de nós, em algum momento da vida, já não sentiu na pele (ou na “pena”) a devastação emocional que é se achar ou se sentir feio? Ou, pelo menos, não tão bonito como gostaria.

Todo mundo quer ser aceito por sua aparência, por sua “plumagem”. O que muitos não sabem é que muita gente do outro lado da lagoa preferia muito mais ser um patinho que passa despercebido do que um cisne glorioso e foco dos olhares e atenções.  

“O lado ruim de ser bonita é que a maioria das pessoas que se aproxima - homem ou mulher - é por interesse. As mulheres querem ter acesso à sua vida, à forma como você vive para fazer o mesmo”, desabafa Karina Peruzzo, 31 anos, estudante de psicologia. Para ela, muitas “amigas” querem tirar vantagem nas festas e baladas e, às vezes, sentem tanta inveja que se aproximam para tentar conquistar o namorado alheio.

“Assim, elas estariam provando que, mesmo não sendo mais bonita que você, consegue conquistar o que é seu”, analisa.  Quanto aos homens, Karina acredita que muitos se aproximam apenas para exibir uma namorada bonita, como um troféu. “Como se você fosse algo muito valioso e que e ele - o todo poderoso – conseguiu”, diz ela.


Assédio feminino
Mas será que são apenas as mulheres bonitas que podem sofrer com o excesso de beleza? A resposta é não. O cirurgião A.M.F., 35 anos, dificilmente tem um momento de sossego - nem mesmo quando está trabalhando. “O fato de ser bonito me faz ser assediado até no hospital. Várias vezes, ao atender uma criança, a mãe - não muito sutilmente - me convidou para jantar entregando um bilhete com o número do telefone.

Pior ainda é quando as pessoas preferem ser atendidas por mim - não pelo meu talento profissional, mas sim pela beleza. Detalhe: sempre fui um homem tímido e acabo me sentindo confortável somente quando estou no centro cirúrgico, com a roupa e a máscara de cirurgião”, confessa A.M.F.

"O patinho feio pensou que iriam enxotá-lo.
Muito assustado,
ia esconder a cabeça entre as asas quando,
ao ver-se refletido na água, percebeu,
nada mais nada menos,
que o belo cisne não era outro senão ele próprio,
tão grande e tão belo como os que vinham ao seu encontro"


Projeção

Segundo Marina Vasconcellos, psicóloga formada pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), especializada em psicodrama terapêutico, o visual é muito importante dentro da sociedade, principalmente para os homens na chamada “primeira impressão”.

“As pessoas projetam no outro o desejo íntimo de ser belas, afinal o belo é gostoso de olhar, faz bem e possui uma energia muito diferente do comum ou do feio. O pensamento é assim: ‘Se eu tenho alguém bonito ao meu lado, me realizo’”, completa Marina.

Para Karina Peruzzo, outra desvantagem de ser linda é que no geral olham somente para a “casca” e esquecem que dentro existe um coração, uma mente.  “As pessoas bonitas geralmente são rotuladas de metidas, fúteis e menos inteligentes. O que percebo é que na maioria das vezes isso não é verdade. Outro ponto que vale ressaltar é que os outros sempre reparam como está seu cabelo, sua pele etc. Se você emagrece um pouco, está magra demais; se você engorda 1 kg, é como se tivesse engordado 15 kg. As pessoas estão sempre te olhando e comentando sobre você”, finaliza.

BELEZA BEM ADMINISTRADA

  • 1 Observe mais as pessoas que se aproximam de você para perceber o grau de interesse

  • 2 Lembre-se de que, apesar de bonito, você também tem limites. Respeite-os

  • 3 Não se acomode com os frutos da sua aparência. Faça coisas além dela. Trabalhe seu conteúdo

Como aprender a enxergar profundamente as pessoas que são muito belas?

Acredito que só podemos ver o que nos foi revelado. Mais que isso é suposição. Conhecer profundamente uma pessoa bonita depende de quanto ela também se conhece, mostra-se, revela-se e se deixa ver.

Aos nossos olhos ver a beleza, aceitar o belo pode ser mais simples do que o desafio de não se deixar seduzir pela beleza e não perceber tudo o que compõe este ser. Querer essa beleza para si pode paralisar o belo que estará ameaçado pela cobiça. Então, conhecer a si mesmo, profundamente, pode ser o caminho do encontro nas diferenças externas e na humanidade interna.

Existe algum paralelo entre a “síndrome do patinho feio” e a “síndrome de cisne”?
O paralelo que é possível estabelecer é que, ao nos orientarmos pelo externo, estamos sempre procurando no outro a nossa imagem. O espelho do patinho feio só lhe revela a diferença e a inadequação por mais esforço que faça para ser igual, gerando muita insegurança. O espelho do cisne lhe revela outros cisnes não exigindo muito esforço nas comparações, mas exigindo uma vigilância permanente para não perder os seus iguais e continuar tão belo quanto eles, o que pode gerar rivalidades.

A identidade de quem somos poderá ser determinada por quem nos olha, como nos olha e como eu sinto este olhar. Ao crescer enfrentaremos grupos nos quais temos que reconhecer nossa diferença, nossa forma própria de ser, exigindo uma confiança que só vamos adquirindo com o passar do tempo, principalmente se não nos tiver sido garantida a certeza de ser amado. Também, ao nascermos, os olhares que nos olharam podem ter encantado a criança que fomos e podemos ficar prisioneiros dos olhos que só olham com fascínio exclusivo. Aqui um desafio se estabelece, pois é necessário quebrar o encanto, entrar em contato com a sombra, para que o belo possa ser humano.

Twitter é avaliado em US$ 10 bilhões após negociações, diz jornal

Segundo fontes, microblog teria faturado
US$ 45 milhões em 2010.
Empresas como Google e Facebook
estariam negociando aquisição


As negociações que o Twitter tem mantido com potenciais compradores, como o Facebook e o Google, teriam avaliado o microblog entre US$ 8 bilhões e US$ 10 bilhões, segundo reportou o jornal “Wall Street Journal”.

Fontes próximas ao assunto reportaram ao periódico americano que executivos do Google, Facebook e outras companhias, têm mantido conversas com o Twitter nos últimos meses para ampliar a perspectiva de compra do serviço. Porém, as negociações, até agora, não levaram a nenhum acordo.

O Twitter é uma empresa privada e não revela o seu faturamento. Em 2010, é estimado que a empresa tenha faturado US$ 45 milhões, mas o microblog terminou o ano com grandes gastos em novas contratações e centros de dados. Para 2011, a expectativa é que o Twitter dobre a sua receita, alcançando valores entre US$ 100 milhões e US$ 110 milhões.

Em dezembro de 2010, o Twitter levantou US$ 200 milhões em capital, em uma transação que avaliou a companhia de microblogs em US$ 3,7 bilhões, menos de um ano depois que ela iniciou seus primeiros esforços sérios para ganhar dinheiro. O Twitter atingiu a marca de 175 milhões de usuários registrados no mundo que enviam, diariamente, 95 milhões de tuítes.

Ele é casado. E agora? Saiba como agir

Estabelecer uma discussão permanente e expor os pontos de vista é um bom caminho a percorrer durante a nova relação
Você está toda entusiasmada com o rapaz que acabou de conhecer, afinal ele se mostrou tão cordial, educado e atencioso. Pode até não ser um galã, mas você adorou estar com ele! Então resolve saber um pouco mais e acaba descobrindo que ele é casado. E agora? Contenha a indignação, pois, essa história, além de comum, tem gerado muitos conflitos existenciais!

Não me refiro aqui às oportunistas, mas sim às mulheres bem resolvidas, normalmente na casa dos quarenta, independentes financeiramente, que almejam viver um relacionamento mais maduro, mas acabam se desiludindo e o que é pior, desacreditando na possibilidade de refazer a sua vida afetiva.

A princípio ser "a outra" não era o seu objetivo, mas ele continua lhe procurando e, embora quisesse negar, você está gostando muito disso. Vencer conflitos interiores é sempre muito penoso porque são ideias pessoais que se debatem gerando aflição, medo e culpa. É como se dois seres se instalassem dentro de você: um diz que não deve e outro faz você querer tanto!

Não há como viver de forma sadia sem resolver essa questão, mas ninguém poderá dizer-lhe o que fazer a não ser você mesma. Portanto, refletir sobre a situação é um ótimo começo no sentido de tomar a decisão que mais a satisfaça.

Várias opções

Você pode optar por fingir que não sabe de nada e se fazer de boba diante das desculpas dele em manter o relacionamento em segredo; pode contar a ele que sabe e encarar o caso de vocês como algo passageiro; pode ainda aceitar as argumentações dele em relação ao porque de não terminar o casamento ou, também, pode chegar à conclusão que não é isso que quer e acabar tudo. Cada ser humano é único e, portanto, cada qual deve decidir por si só. Algumas considerações podem ser feitas para encontrar a resposta de uma questão básica: qual a possibilidade desse relacionamento fazê-la feliz?

Muitos são os depoimentos masculinos em relação à própria infidelidade e, na grande maioria, eles não se intimidam em demonstrar desprezo pelo caso extraconjugal, considerando-o apenas como um escape à rotina do casamento.

Alguns demonstram total desrespeito a si mesmos quando encontram no adultério um meio de se auto-afirmarem. É ainda esse o caso dos homens que alegam não conseguir sair de um casamento ruim, afinal, ninguém pode ser obrigado a viver com outra pessoa sem que essa seja a sua vontade. Também há os que realmente se apaixonam e optam por terminar o casamento e assumir a nova relação, embora em escala muito menor.

Várias são as conclusões de estudos sobre a famosa infidelidade masculina, mas a questão é: vale a pena "pagar para ver"? Sendo o outro, sempre uma incógnita, bom mesmo é focar a atenção em você mesmo e no que realmente quer desse relacionamento.

Independente da escolha que fizer, lembre-se sempre que o importante é nunca se desrespeitar, imputando-lhe situações inconvenientes ao seu modo de pensar e que lhe fariam sofrer. Busque assim a coerência em suas idéias e ações, jamais se permitindo a coação. E nunca perca a esperança, nem aceite que outra pessoa, seja quem for, tire a sua vontade de perseverar naquilo que lhe faz bem à alma e ao coração.

Pense: você é a pessoa mais importante desse relacionamento e serão as suas ações que promoverão o bem ou mal estar consigo mesmo e, consequentemente, com a vida!

Mulheres preferem homens que não sabem se as amam

Os cientistas mandam um recado para homens que estão a procura de namoradas: parece que vale mesmo a pena "se fazer de difícil". Um estudo publicado na última edição da revista Psychological Science descobriu que as mulheres se sentem mais atraídas por homens quando não têm certeza do quanto eles gostam delas.

Por um lado, diversas pesquisas psicológicas já demonstraram que a pessoa A normalmente gosta da pessoa B tanto quanto pensa que a pessoa B gosta dela. "Se você quiser saber quanto 'Sarah' gosta de 'Bob', uma boa maneira de fazer essa previsão é saber o quanto ela pensa que Bob gosta dela", escreveram os autores do trabalho, Erin Whitchurch, Timothy Wilson e Daniel Gilbert. "Mas e se Sarah não tiver certeza do quanto Bob gosta dela?" Isso pode fazer com que Sarah gaste muito tempo pensando em Bob, se perguntando como ele se sente. Ela pode achá-lo mais atraente quanto mais se acostuma com ele.

Participaram do estudo 47 voluntárias da Universidade de Virginia. As estudantes, que acreditavam que a pesquisa queria saber como o Facebook poderia funcionar como um site de relacionamento amoroso, receberam um comunicado dizendo que alunos de duas outras universidades viram os perfis de 15 a 20 voluntárias. Então os pesquisadores mostraram quatro perfis para cada uma das estudantes (que elas pensavam ser reais, mas eram fictícios).

Os pesquisadores disseram para algumas voluntárias que esses quatro homens tinham sido aqueles que mais gostaram delas, para outras disseram que eles haviam lhes dado notas médias (para que as mulheres não soubessem o nível de interesse que eles tinham).

Como pesquisas anteriores já haviam descoberto, as mulheres que acreditavam que os homens gostavam muito delas se sentiram mais atraídas do que aquelas que pensaram que eles o desejo dos homens era apenas médio. No entanto, as mulheres que acharam os homens mais atraentes foram aquelas que não tiveram certeza se eles gostavam delas.

"Diversos livros populares recomendam que as pessoas não demonstrem afeição abertamente para um parceiro em potencial. Eles recomendam que se pareça seletivo", escrevem os autores. As mulheres nesse estudo tomam decisões com base em muito pouca informação sobre os homens - mas em uma situação não incomum hoje em dia de se conhecer alguém pela internet em um site de relacionamento. "Quando as pessoas se conhecem, aquele popular conselho pode ser verdadeiro: não deixar que os outros saibam o quanto gostamos deles pode fazer com que eles gostem mais de nós."

domingo, 6 de fevereiro de 2011

O céu é o limite

Livre, leve e solto...
Brincando com
NA T-6 TEXAN

Template - Dicas para Blogs