sábado, 28 de maio de 2011

Procura-se a solidão


Tem os que se queixam de solidão…
Eu preciso dela, preciso de horas minhas, solitárias.
Ah… como solidão faz bem!
Sei que com essa afirmação corro o risco de você que está
lendo pensar que não sou uma PESSOA normal, mas sou sim, ou melhor, penso que sou.
Afinal, não queimo dinheiro e menos ainda tomo banho vestido, falar comigo, isso falo, será loucura?
Mas com personagem imaginário não converso, quer dizer, agora parece que estou conversando com você!
Quem é você?
Você existe? Por favor, me diga que sim, senão vou concluir que sou louco!
Vamos combinar assim:
Você está lendo, se está executando a ação de ler, tem olhos e mente para assimilar o que está vendo,
logo você existe e sou um ser humano de posse de minhas faculdades mentais.
Se você não lê, é porque não tem olhos, pois deficientes de visão não andam por aqui então,
se está aqui na minha imaginação, mas não tem olhos, sou maluco,
mas não tem importância, pois se você não existe, não me classificará de anormal.
Então volto para minha procura por solidão.
Por que gosto da solidão?
Bem, não sei o que é solidão, imagino que seja um sentimento de desamparo, de vazio.
Também uma necessidade de se sentir amado, ou de ter alguém com que se preocupar, ou conversar, ou beijar, ou amar, é isso?
Concordo que essas situações são prazerosas, mas não são indispensáveis a ponto de se infringir sacrifícios para obtê-los.
Pagar qualquer preço para mantê-los.
Como sentir solidão se gosto da minha companhia?
Sou o melhor amigo que tenho!
Não me contrario, estou sempre de acordo comigo, quer dizer, nem sempre, às vezes discutimos,
mas acabamos sempre entrando num acordo amigável. E ainda… eu me amo!
Sem vergonha de confessar, me amo sim.
Claro que também amo pessoas, assim como gosto da companhia delas, mas aprendi que sou o único responsável
pela minha felicidade e minhas realizações,
que não posso jogar essa responsabilidade nas costas de ninguém, pois cada um está cuidando da própria felicidade.
Para isso preciso de solidão.
Como sentir solidão se existem tantos interesses que não consigo alimentar por falta de tempo?
Começo o dia cheio de planos, ou melhor adormeço planejando o dia seguinte.
O dia acontece e nem um terço do que queria fazer, consegui realizar.
Comecei a ler três livros e ainda na acabei nenhum, tenho projetos de telas e
de contos, prontos na minha mente, e a solidão se esconde.
Tenho necessidade de ficar só, de mergulhar no meu inconsciente, de planejar e
de sonhar e sobram somente aqueles minutos entre encostar a cabeça no travesseiro
se aconchegar na cama e esperar o sono me vencer, e ele ganha facilmente.
Preciso de mais solidão, a que tenho é pouca pra tudo que quero…
Você tem um pouco de solidão pra me ceder?
Faça seu preço, pagarei bem, entre em contato, ok?

0 comentários:

Template - Dicas para Blogs