sábado, 18 de dezembro de 2010

Semente...

Eis que num dia de tempestade decidi trazer minha luz ao mundo.

Cresci ora cercada de flores, ora cercada dos espinhos , com a curiosidade da semente que se estica toda porque quer (em vão...) tocar os céus.

Com o passar das primaveras e também das secas aprendi muito com o perfume das flores.

Mas também aprendi muito com os espinhos da vida e resistindo fortemente a todas as secas pelas quais passei, aprendi a ser maior e mais forte.

O céu?

Não é mais tão importante alcançá-lo. Aprendi a dar valor à segurança das minhas raízes bem presas ao chão.

Porque descobri que posso voar quando espalho minhas flores ao vento e elas dançam conforme o silêncio toca a musica imaginaria que eu cantarolo baixinho na alma.

As flores que espalho e ganham o mundo são a semente que deixo.

0 comentários:

Template - Dicas para Blogs