domingo, 13 de junho de 2010

ESPERANDO O PRÓXIMO BONDE...

Ei, você! É, você mesmo! Tá espantado por que? É com você mesmo que estou falando...


Não se lembra de mim, não é? Eu sei... Mas eu ia muito à sua casa, ao seu trabalho, sabia? É... Conheço você muito bem.... Eu costumava observar com atenção o seu jeito, sabe? E notei que você estava sempre meio distraído, desligado...


Não que eu seja de reparar nessas coisas, claro... Mas é que eu tinha um recado importante pra lhe dar e você parecia sempre tão avoado, que eu ficava muito preocupado...


Imagine que, num dia daqueles, eu estava lá conversando com você, explicando umas coisas importantes e, de repente, você virou as costas e me largou ali falando sozinho... Aquilo me pegou tão de surpresa que até me senti triste... Depois pensei que poderia ser algo mais urgente, né? Aí, deixei pra lá...


Depois, num outro dia, tentando não atrapalhar tanto a sua vida, achei que seria uma boa idéia falar com você na hora de dormir... Foi só me descuidar um pouquinho e... pronto! Lá estava você dormindo solto! Nem reparou como era importante pra você o que eu dizia... Aí pensei que, provavelmente, você estava muito cansado e resolvi esperar uma outra oportunidade...


Uns dias depois, aproveitando que você havia se levantado bem disposto e tinha um tempinho enquanto tomava seu banho, comecei a falar, outra vez, daquele recado sério que tinham me mandado dar pra você. Só que, de repente, você começou a pensar nas coisas que ainda tinha pra fazer durante o dia e nem percebeu como eu já estava ficando aflito sem conseguir conversar com você.


Os dias foram passando, sabe? E eu com aquele recado pra dar pra você... Como você estava sempre ocupado, correndo de um lado para o outro, cheio de coisas pra pensar e resolver, sempre cansado e agitado, resolvi mudar minha tática e usar um método mais drástico...


Desculpe... Eu sei que você não gostou, mas não tive outra opção. Tive que colocar você naquela cama pra ver se conseguia dar aquele recado importante enquanto você era obrigado a repousar...


Mas que nada! Você só sabia reclamar o tempo todo! Uma hora era de dor, outra de tédio e outra de solidão. Puxa, você reclamava tanto que não sobrava espaço pra eu falar o que precisava. Aí você foi sarando e o recado foi ficando pra trás outra vez.


Houve uma vez que eu quis inovar. Fui atrás do seu filho e pedi pra ele dar o recado a você. Sabe que o garoto é muito esperto? Entendeu tudo certinho e passou o recado direitinho... Mas você achou que era conversa de criança, excesso de imaginação infantil e não levou a sério.


É... você andava mesmo muito desligado... E eu sem conseguir dar o recado que tinham mandado pra você...


O tempo foi passando e você continuava correndo. Correu tanto que nem notou como o tempo passou... e bem em cima da sua vida, mudando completamente a sua perspectiva. O seu prazo esgotou e você ficou sem o recado. Olhe, não foi por falta de querer, sabe? Eu bem que tentei, mas você não colaborava...


Mas não tem problema, não... Agora que você veio pra cá outra vez, a gente vai ter tempo de sobra pra conversar e eu vou poder explicar direitinho como é esse negócio de amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.


Como é? Nunca ouviu falar disso? Claro que já ouviu!... O problema é que, em todas as vezes, você estava tão ocupado que não registrava o recado. É nisso que dá... Agora não se lembra dele...


Pois é, esse era o recado que eu tinha pra lhe dar antes de você voltar pra cá outra vez, mas como eu não podia atrapalhar sua vida... Mas não se preocupe... Qualquer hora dessas você consegue passar por lá outra vez, quem sabe sem tantas coisas com que se distrair, e aí eu talvez consiga fazer você se lembrar desse recado, não é?


Você está chorando? Não faz isso, não... Isso não resolve, sabe? Eu sei que você está cansado de repetir essa mesma lição, mas só fazendo a prova lá e passando é que a gente pode esquecer esse assunto de uma vez por todas...


Uma hora você entende... Enquanto isso, a gente fica aqui esperando o próximo bonde da encarnação pra levar você de volta pra repetir essa lição. Veja se na hora da prova você pára e presta atenção no recado, tá bom?

0 comentários:

Template - Dicas para Blogs