quinta-feira, 24 de junho de 2010

“ Coração é terra onde ninguém pisa ! “

“ Coração é terra onde ninguém pisa ! “

Você já ouviu essa frase? Há outras versões: "Coração é terra que ninguém passeia", "Coração é terra que ninguém vai", entre outras. Se acontecia algo injusto relativo a traição:"nossa, coração é terra que ninguém pisa mesmo...Quem diria que ele faria isso né?"

Mas hoje levantei com essa frase na mente. Analisando o termo "coração", entendemos que são os sentimentos das pessoas resumidos em uma única palavra. E essa "terra", a dos sentimentos hoje em dia está cada vez mais abandonada.Seja em amizades, seja em amores, seja em relações de trabalho.

As pessoas atualmente, bem mais que nas outras épocas, vivem de aparência.Está cada vez mais difícil conhecer o que se passa no íntimo das pessoas. Entender o que elas realmente pensam e sentem.E o coração é terra sensível. Precisa de cuidados constantes.

Uma amizade ou um amor não sobrevive a uma falta de adubo, de carinho, de cuidado.

Se analisarmos ainda o verbo "pisa (de pisar)", entenda o coração como uma terra em que você entrou, foi acolhido, e como você pisa nisso? Suavemente? Displicente? De qualquer maneira?Sem cuidados? De que maneira os seus pés, que te carregam inteiro por entre essa terra pisam no solo?

Amor agora é basicamente uma palavra. Porque as palavras estão perdendo cada vez mais o seu valor. Diz-se eu te amo o tempo todo na internet, nos bilhetes, nos emails, nos scraps, nos namoricos. Iludem-se os corações com carinho em palavras e estas, como não têm valor, são fáceis de serem "desditas".

Vemos injustiças o tempo todo e pouco é feito para que isso mude. Afinal de contas, não aconteceu comigo. Como se nossos telhados não fossem de vidro. Crianças sofrem cada vez mais o abandono, violências de todo tipo e morte e, nada realmente válido é feito.

É mais fácil votar por aumento de salários de políticos que uma lei mais rígida para crimes hediondos. Só sei que o ser humano tem se mostrado o ser mais desumano que eu conheço.Desde os pequenos gestos, que vai da confiança na amizade, na lealdade, no compromisso com as relações às mortes acontecidas no seio de nossa sociedade.

Temos que estar o tempo todo "com o pé atrás" com as pessoas.

Sinto saudades de confiar sem desconfiar. De reconhecer a sinceridade nos lábios das pessoas.


Sinto tristeza por sempre estar certa ao não acreditar naqueles que "pisam em meu coração". Porque quando eu começo a acreditar, descubro que não deveria ter acreditado. E meu coração tá virando terreno árido sabe?

E, sim, minha mãe, como sempre, você está certa:Coração é mesmo terra onde ninguém pisa.

Hoje mais do que nunca.

1 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, você disse tudo!
Como sinto falta também de confiar sem desconfiar.
Acho que isso vai matando um pouquinho de nossa humanidade a cada vez que vemos que não deveríamos mesmo acreditar naqueles que pisam no nosso coração.
Sinceramente, quanto mais busco respostas, menos as encontro. Ou então, aquela que eu quero não vem e eu acabo não aceitando a realidade.
Sei lá, mas tem horas em que penso que essa falta de fé nos nossos e nos sentimentos dos outros é a raiz de todo mal que existe no mundo.

Template - Dicas para Blogs