quinta-feira, 17 de junho de 2010

Cabelos longos mais rápido comendo gostosuras? Sim, é possível!!

Se o seu cabelo parou de crescer ou está devagar quase parando, alguma coisa pode estar acontecendo com ele. Para você fazer parte da turma da Rapunzel, confira algumas dicas.

O cabelão batendo na cintura nunca sai de moda, por mais que os curtinhos fiquem um arraso. E tem mais: a maioria dos homens também curte uma cabeleira. Mas nem todo mundo consegue ter cabelos longos. Segundo Geová Gouveia, diretor do Phortal do Cabelo (SP) inúmeros fatores podem contribuir para que a média normal de crescimento dos fios, um centímetro por mês, estacione.


"O problema está ligado normalmente a três fatores: descontrole da glândula sebácea, alterações metabólicas e problemas de circulação sangüínea", explica o especialista. A terapeuta capilar Sheilla Bellotti, do Centro Capilar Sheilla Bellotti (RJ) vai mais além: "O cabelo cresce a partir do bulbo capilar, chamado de couro cabeludo. Qualquer agente externo que prejudique sua saúde também impede o crescimento".


1 - Visite já um especialista
Um centímetro ao mês pode parecer muito pouco para suas madeixas, mas não é! Bastam elas pararem de crescer que você logo identifica. Caso isto aconteça, é imprescindível que procure ajuda de um terapeuta capilar ou um tricologista, especialistas em fios. "Fazemos uma análise do couro cabeludo; verificamos hábitos cotidianos, além da genética, hereditariedade e histórico de saúde", explica o especialista do Phortal do Cabelo. Muitas vezes a questão transcende o terapeuta. "O cabelo pode não crescer por distúrbios hormonais. Neste caso, fazemos o tratamento em conjunto com um médico", explica.


Uma vez detectado o problema, os experts em estudo dos fios dispõem de várias substâncias para agilizar o crescimento. Boa parte delas é composta de estimulantes da circulação local, através de produtos vasodilatadores, massagens e equipamento de estimulação, como as máquinas a laser ou o infravermelho. "Estes recursos são utilizados depois que foi tratado algum possível problema de saúde", avisa. Mas corra: quanto antes for detectado o problema, mais fácil será para curá-lo.


2 - Ative sua circulação sangüínea
A má circulação sangüínea é o principal fator que impede o crescimento dos fios. Por isso, trate de dar sangue à sua cabeça! A medula capilar é como se fosse uma espécie de estradinha que leva todas as vitaminas, aminoácidos e minerais - responsáveis pelo crescimento - para o córtex (fio capilar). Ativando a circulação sangüínea e, conseqüentemente, o couro cabeludo, você garantirá que o fio receba todos os nutrientes necessários.


Uma ótima dica para ativar diariamente a circulação sangüínea é massagear o couro cabeludo na hora da lavagem durante alguns minutos. Outra boa opção é virar a cabeça para baixo e passar a escova ou os dedos. Esta posição faz com que o sangue flua com mais facilidade. E não esqueça de beber muita água e da atividade física. O exercício físico faz com que o coração bombeie sangue mais rápido. Resultado: os aminoácidos, vitaminas e nutrientes chegam mais facilmente ao cabelo. Mas fique atenta, pois se você tiver obstrução de alguma veia, ela deverá ser tratada, ou nenhuma destas dicas valerá.


3 - Minimize seus vícios
Se você tem um couro cabeludo sadio, nada interferirá no crescimento do seu cabelo. Além de tomar muito cuidado com o seu organismo, é imprescindível abolir alguns hábitos que podem comprometer a saúde dos seus fios.


- Pare de fumar - a nicotina é uma poderosa vasoconstritora, reduzindo a circulação dos vasos capilares do couro cabeludo, que carregam nutrientes ao fio.


- Não tome banho com água quente - a água pelando estimula a produção das glândulas sebáceas.


- Evite dormir com os cabelos molhados - isso abafa o couro cabeludo, aumentando a oleosidade.


- Retire os excessos de produtos - o ideal é passar o xampu, retirar bem e, depois, aplicar o condicionador apenas no comprimento. Os finalizadores que ficam no cabelo devem passar longe da raiz.


4 - Vitamine-se por dentro e por fora
Sabe aquela velha história de que quem tem uma alimentação saudável tem cabelos mais bonitos? Ela é a pura verdade! E tem mais: uma dieta rica também ajuda no crescimento. Quanto mais vitaminas - por dentro e por fora - melhor. "O organismo absorve muitos nutrientes para os órgãos funcionarem. Como os cabelos são regiões mais periféricas e menos importantes, o que sobra vai para o cabelo", explica Geová Gouveia.


Cuide da sua saúde e capriche na alimentação, sempre rica em vitaminas. Você também deve utilizar produtos tópicos - por exemplo, os à base de Jaborandi, Ginkgo Biloba, Cafeína e Uréia, que são estimulantes sangüíneos. Cremes com alecrim ajudam a controlar a oleosidade e o princípio ativo Capscum (geralmente encontrado na pimenta) é um ativo vasodilatador que melhora a circulação sangüínea. "Não adianta lavar a cabeça com café ou tomá-lo para atingir o mesmo objetivo. A cafeína que vem do café solúvel não é uma substância otimizada para o cabelo", alerta Sheilla Bellotti.


5 - Deixe seu couro cabeludo respirar

A oleosidade do couro cabeludo é um veneno - cria fungos que acabam com as madeixas e impede o fio de crescer. O excesso de oleosidade age como se fosse uma camada protetora, impedindo os aminoácidos de chegarem à raiz do cabelo. "Abafando o couro cabeludo, você também favorece o surgimento de um fungo, chamado de pityrosporum ovale que descamará o tecido do couro cabeludo, impedindo que o fio capilar saia. Ocorre uma espécie de entupimento dos poros", explica a terapeuta capilar Sheilla Bellotti. Então, fique longe de tudo que aqueça seu couro cabeludo ou abafe-o.

Continuando a falar sobre cabelos, já que o meu estacionou e resolvi buscar dicas e formas de tratá-lo para que não só cresça mais rápido, mas como também cresça saudável. Divido com vocês o que tenho lido pela net.


Primeiro eu quis saber o que causa esse problema além da alimentação errada e descobri que:


"Disfunções dos hormônios sexuais e da tireóide, além de deficiências nutricionais são algumas das causas para os problemas de crescimento do cabelo", afirma o dermatologista Ademir Jr., especialista em tricologia (medicina capilar) e integrante da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.


Deficiências nutricionais, anemia e dietas rigorosas demais também estão relacionadas aos fios preguiçosos. Segundo o médico, isso acontece porque há uma diminuição no metabolismo das células capilares, impedindo tanto o desenvolvimento de fios mais fortes como o bom crescimento deles.


Para começar a reverter essa situação, o primeiro passo é mudar seus hábitos à mesa. Proteínas e gorduras poliinsaturadas devem fazer parte da sua dieta. Peixes, cortes magros de carne vermelha, nozes e castanhas são alimentos cujos nutrientes acabam usados na construção das fibras capilares.


O consumo de suplementos de vitaminas (A, B5, B6, B2, C, E, P), aminoácidos (cistina, cisteína, metionina) e minerais (Zinco, ferro, selênio, silício) também é uma alternativa, mas deve ser prescrito pelo médico ou pela nutricionista. Só esses profissionais têm condições de avaliara exatamente o tipo de deficiência que está atrapalhando o crescimento do seu cabelo.




Alimentos que fazem bem e estimulam o crescimento do seu cabelo:
1.Vegetais com folhas escuras, fígado e gema de ovo, ricos em ferro, que influencia o crescimento dos fios;


2.Gorduras insaturadas, como azeite de oliva, para o bom funcionamento das glândulas sebáceas, que garantem a lubrificação;


3.Vitaminas do complexo B (presentes em cereais integrais, carnes, peixes, frutos do mar, leite e vegetais folhosos), pois ajudam a nutrir o couro cabeludo;


4.Vitamina A (encontrada em fígado, gema de ovo, vegetais amarelos ou verde-escuros, melão e pêssego), que fortalece;


5.Vitamina C (obtidas em frutas cítricas, tomate) para melhorar a irrigação sanguínea e estimular o crescimento dos fios;


6.Germe de trigo, uma colher (sopa) por dia é um santo remédio para dar força e brilho aos fios.






Inclua em seu cardápio diário:


Ø Feijão: ele e outras leguminosas, como ervilha e grão-de-bico, fortalecem a cabeleira, pois contam com proteína, ferro e zinco. Também têm biotina, vitamina da família do complexo B, que, em falta no organismo, provoca queda dos fios. Consuma uma concha por dia.


Ø Vegetais verde-escuros: um prato (sobremesa) de espinafre, acelga, almeirão ou rúcula, ou quatro buquês de brócolis por dia, estimulam o aumento dos cabelos. E, por serem fontes de vitaminas A e C, equilibram a oleosidade.


Ø Cenoura: rica em betacaroteno, pigmento que se transforma em vitamina A, é fundamental para obter madeixas mais longas e com brilho maravilhoso. Para isso, coma todos os dias uma xícara (chá) do legume.


Ø Frango: a carne tem ferro e sisteína — matéria-prima dos fios. Por isso fortifica e não deixa que percam a cor natural, prevenindo o aparecimento dos brancos! Comece a colocar no cardápio, diariamente, um filé médio ou uma sobrecoxa, grelhados!


Ø Ovo: aí está a maior fonte dos nutrientes amigos da beleza: biotina e vitamina B 12, que ajuda na formação da hemoglobina e protege contra a anemia. Mas atenção: nada de frituras. Prepare um por dia, cozido ou pochê.


Ø Maçã: a fruta contém procianidina, substância com poder de estimular o crescimento. Ingira uma unidade por dia.


Ø Soja: o grão — assim como seus derivados e a semente de linhaça — é rico em fitoestrógeno, colaborando para normalizar os níveis do hormônio estrógeno no organismo. Quando há desequilíbrio hormonal, as madeixas podem cair! Por isso, consuma uma concha pequena por dia.


Ø Castanha: permita-se um punhado de amêndoas ou castanhas todos os dias. Ambos contêm selênio, mineral que mantém a saúde das madeixas, e ômega-3, nutriente responsável pelo crescimento delas.


Ø Chocolate: também ajuda a regular os hormônios. Vale investir em uma barrinha de 30 g todos os dias, mas reduza as calorias no resto do cardápio para não engordar!




Lembrando que é apenas uma sugestão, você deve procurar um nutricionista para fazer uma dieta balanceada para você, como vimos, chocolate é bom, só que demais engorda!!


Se você já segue alguma dieta fica mais fácil, é só fazer algumas substituições para não ultrapassar o número de calorias recomendada.

Vamos cuidar dos cabelos, mas sem esquecer do corpinho não é mulherada?

Fonte: Site Terra

0 comentários:

Template - Dicas para Blogs